noticias758 Seja bem vindo ao nosso site Jornal Voz do Piraqueaçu!

Cidade

Policial que agrediu mulher na madrugada de domingo em Aracruz responderá inquérito militar

Após tumulto em casa de shows, PM foi acionada para resolver o problema, mas no final da ocorrência, policial teria lançado gás de pimenta e puxado o cabelo da mulher.

Publicada em 27/05/24 às 16:39h - 507 visualizações

Jornal Voz do Piraqueaçu


Compartilhe
Compartilhar a noticia Policial que agrediu mulher na madrugada de domingo em Aracruz responderá inquérito militar  Compartilhar a noticia Policial que agrediu mulher na madrugada de domingo em Aracruz responderá inquérito militar  Compartilhar a noticia Policial que agrediu mulher na madrugada de domingo em Aracruz responderá inquérito militar

Link da Notícia:

Policial que agrediu mulher na madrugada de domingo em Aracruz responderá inquérito militar
Homem é contido por seguranças da casa de shows  (Foto: Divulgação )

O comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Edsandro Vieira Crema, instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar a responsabilidade do policial que atendia a ocorrência em que um casal teria provocado tumulto na saída de uma casa de shows na rua Professor Lobo, no Centro de Aracruz, na madrugada deste domingo (26 de maio).


No documento enviado pela Assessoria de Comunicação do 5º BPM, a corporação informa que a guarnição foi acionada para conter “tumulto e desordem na entrada do estabelecimento”. (Leia a íntegra da nota no final da matéria)


Uma sequência de imagens mostra que o casal teria sido colocado para fora do estabelecimento por seguranças. Em seguida, há imagens de policiais militares que iniciam o atendimento da ocorrência. E, por último, quando o homem já havia sido colocado na viatura, o policial se vira para a mulher e começa a lançar o que seria gás de pimenta sobre o rosto da mulher. 


Ao final, o policial puxa o cabelo da mulher e dá mais uma jateada do produto novamente no rosto dela.


Nesta segunda-feira (27 de maio), a mulher foi até a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher para registrar a ocorrência e teria sido orientada a produzir o documento por meio digital. 


No documento que ela recebeu a orientação é que o Boletim de Ocorrência (B.O.) eletrônico só não pode ser confeccionado online nos casos de homicídio, estupro, sequestro, furto e roubo de veículo, o que não foi o caso da ocorrência.


NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PM


O 5o Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo vem a público informar sobre os

acontecimentos ocorridos na noite de sábado (25/05), durante atendimento de

ocorrência numa casa de shows no centro da cidade Aracruz.


Na referida noite, uma equipe da Polícia Militar, foi acionada para atender uma

ocorrência de tumulto e desordem na entrada do estabelecimento.


Os envolvidos foram conduzidos a Delegacia de Aracruz para que fossem tomadas

as providências pertinentes.


Todos as circunstâncias que envolvem o atendimento da referida ocorrência, estão

sendo devidamente apuradas, através de Inquérito Policial Militar que já foi

instaurado pelo Comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar em Aracruz.


SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – 5º BPM





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (27) 9 9265-3511

Copyright (c) 2024 - Jornal Voz do Piraqueaçu - Não para nós, não para nós,Senhor, mas para Sua Glória!
Converse conosco pelo Whatsapp!