Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020
Cidade

Movimento #NossaAracruz realiza panfletagem neste sábado

Publicada em 28/12/19 às 18:19h - 274 visualizações

por Jornal Voz do Piraqueaçu


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Movimento #NossaAracruz se reuniu neste sábado  (Foto: Divulgação - Facebook)

Tudo bem que no fim de ano as pessoas estão em clima festivo, mas o Movimento #NossaAracruz não quer virar o ano sem deixar seu alerta para o problema do transporte público da cidade. E neste sábado (28 de dezembro), o grupo se reuniu e foi ao Mercado Municipal para fazer a panfletagem e alertar a população sobre um possível aumento da tarifa no início do próximo ano.


A preocupação do movimento tem relação com a possibilidade do aumento da tarifa do transporte coletivo, que poderá acontecer ainda em janeiro.


Membro do Movimento #AcordaAracruz, Herval Nogueira, convidou a sociedade do município a participar das ações contra o aumento de tarifa.

Alerta sobre novo aumento de passagem


“A gente sabe das dificuldades de quem mora em Jacupemba, na Barra do Riacho, na Vila do Riacho, em Santa Rosa. Paga-se um preço de passagem absurdo. O salário mínimo do seu José é o mesmo do seu Antônio aqui. O seu dinheiro não consegue que seu filho venha fazer um curso. No dia 23 de de janeiro o COMTRAT (Conselho Municipal de Trânsito e Transporte) vai se reunir para discutir mais um aumento de passagem aqui em Aracruz. E nós, como sociedade não podemos permitir mais esse absurdo”, conclamou Herval.


Durante o ano, foram realizadas manifestações para que o prefeito Jones Cavaglieri (SD) revogasse o decreto que autorizou o aumento da tarifa, o que não aconteceu. Uma CPI foi criada na Câmara Municipal após manifestações da população, para que fossem apuradas as circunstâncias do aumento. Os vereadores entraram em recesso e o colegiado deverá voltar a se reunir a partir de fevereiro.


Em julho de 2018, a Prefeitura de Aracruz iniciou o Procedimento de Caducidade, previsto na lei federal 8.987/1995, que implica no rompimento do contrato de concessão por parte do poder público ao identificar falha na prestação de serviço para a qual a empresa foi contratada.


Na ocasião foi dado o prazo de 120 dias para que a empresa Expresso Aracruz se manifestasse sobre os problemas identificados pelo Município. A empresa, por meio de seu diretor, afirmou que apresentaria defesa acerca do assunto.


O Movimento #NossaAracruz é taxativo no que tange o valor das passagens.


“Os carros pegam fogo, quebram. Dificilmente chegam ao seu destino. Pagamos uma passagem caríssima”, frisou Herval, durante a panfletagem deste sábado.


Ele ainda destacou a necessidade de que o COMTRAT tenha mais representantes da sociedade civil organizada.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentários


Célio

29/12/2019 - 11:26:57

Precisamos muito o apoio da populaçao para futuras manifestaçoes. ...esse transport.de Aracruz è uma vergonha de decadas. .entra prefeiro sai prefeito e o poblema de qualidade e autos preços praticados so aumentam


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (27) 9 9265-3511

Visitas: 527333
Usuários Online: 32
Copyright (c) 2020 - Jornal Voz do Piraqueaçu - Não para nós, não para nós,Senhor, mas para Sua Glória!