noticias51 Seja bem vindo ao nosso site Jornal Voz do Piraqueaçu!

Brasil

150 anos de imigração italiana no ES: estudo de voo para Vitória e ampliação do atendimento do consulado

Presidente da Ales se reuniu com deputado italiano, em Roma, para estabelecer uma relação mais próxima com o país europeu, que conta com grande comunidade no Estado.

Publicada em 22/03/23 às 20:23h - 119 visualizações

Assessoria de Comunicação


Compartilhe
Compartilhar a noticia 150 anos de imigração italiana no ES: estudo de voo para Vitória e ampliação do atendimento do consulado  Compartilhar a noticia 150 anos de imigração italiana no ES: estudo de voo para Vitória e ampliação do atendimento do consulado  Compartilhar a noticia 150 anos de imigração italiana no ES: estudo de voo para Vitória e ampliação do atendimento do consulado

Link da Notícia:

150 anos de imigração italiana no ES: estudo de voo para Vitória e ampliação do atendimento do consulado
Presidente da Ales mostra imagens do ES a parlamentar italiano  (Foto: Divulgação)

O presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, deputado Marcelo Santos, se reuniu com o deputado italiano Fábio Porta, durante visita ao Parlamento italiano, em Roma, nesta quarta-feira (22). 


Na oportunidade, o chefe do Poder Legislativo capixaba cobrou celeridade no processo para que o Consulado italiano, em Vitória, seja elevado à categoria de Agência Consular, com um cônsul enviado pelo governo italiano e com todos os poderes atribuídos à autoridade. Além disso, Marcelo Santos dialogou para que a companhia aérea italiana Ita Airways realize estudo para contemplar o Aeroporto de Vitória em sua expansão na América Latina. São ações para a celebração dos 150 anos, em 2024, da imigração italiana no Espírito Santo – pioneira no Brasil.


“Atualmente, o consulado que temos em Vitória é apenas um escritório com um funcionário do Rio de Janeiro, que trabalha no Espírito Santo simplesmente recolhendo documentos e os enviando à capital fluminense ou para emissão de passaportes, com uma burocracia danada. Com a atuação de um funcionário de carreira, além da emissão do documento, todo o processo de cidadania poderia ser feito em território capixaba”, declarou Marcelo Santos que ficou animado com a resposta de Porta. 


“O Espírito Santo, assim como Santa Catarina, está com a mesma solicitação de promoção das unidades consulares, mas os capixabas já estão um passo à frente, como sportello consolare e, agora, iremos cobrar do governo italiano que acelere esse processo que vai beneficiar uma das maiores comunidades de ítalo-descendentes do Brasil e que, segundo nos conta a história, por onde chegaram os primeiros italianos.”


De acordo com a Lei Federal 13.617, de 11 de janeiro de 2017, há o reconhecimento de que o município de Santa Teresa, na região serrana, é o pioneiro da imigração italiana no Brasil. Em 17 de fevereiro de 1874, chegava ao porto de Vitoria o navio La Sofia, conduzindo 388 imigrantes italianos provenientes, em sua maior parte, da província de Trento. Documentos do Arquivo Público Estadual embasaram essa legislação nacional em vigor.


Além disso, o presidente da Assembleia Legislativa destacou a importância da comunidade italiana no Espírito Santo, que tem uma grande quantidade de descendentes do Vêneto, região industrializada e que tem alta demanda de mão de obra qualificada, especialmente na área médica. 


Porta citou projeto para construir uma relação estruturada e contínua entre os dois territórios do Brasil e da Itália. “Vamos avançar nas tratativas e criar uma mesa técnica, com representantes do governo do Estado, de secretarias envolvidas nesse diálogo, a Assembleia e suas comissões temáticas e especialistas para que possamos estreitar as relações comerciais e culturais com a região”, explicou Marcelo. 


O projeto é capitaneado pela Agência Collabore, uma associação civil brasileira que atua no Brasil e na Itália, com o objetivo de facilitar e estreitar as relações entre os dois países e, em especial, entre o Espírito Santo e a região do Vêneto.


TURISMO


Durante o encontro, Marcelo Santos solicitou ao parlamentar europeu que a companhia aérea Ita Airways, pertencente ao governo italiano, realize estudo para oferecer rota entre Roma, capital italiana, e Vitória, além de propor grande projeto para trazer o turismo das raízes ítalo-descendentes, aproveitando que robusta parte da população do Espírito Santo possui ascendência italiana. 


“2024 vai ser o Ano Internacional das Raízes Italianas no mundo. Vamos aproveitar a  oportunidade em que celebraremos os 150 anos de imigração italiana no Brasil, que começou no Espírito Santo, para aprimorarmos ainda mais as relações comerciais, culturais e turísticas, com a possibilidade de desenvolvermos programas turísticos voltados para os períodos de baixa demanda, na baixa temporada”, comentou o presidente da Ales.


Com informações da Assessoria de Comunicação do Presidente da ALES




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (27) 9 9265-3511

Copyright (c) 2024 - Jornal Voz do Piraqueaçu - Não para nós, não para nós,Senhor, mas para Sua Glória!
Converse conosco pelo Whatsapp!